04/11/2008

DEUS RESISTE AO SOBERBO

“Não é esta a grande Babilônia que eu edifiquei para a casa real, com o meu grandioso poder e para glória da minha majestade?” (Dn 4.30). Essas são as palavras do grande rei da Babilônia, Nabuconosor, diante das suas grandes conquistas e das grandes obras que havia feito. É a revelação de como andava o ego daquele homem: “eu edifiquei”, “meu glorioso poder”, “para glória da minha majestade”. Esse sentimento da alma é o grande pecado que Deus chama de soberba, orgulho, arrogância, altivez.
A soberba da vida, como escreve João na sua primeira carta (1Jo 2.16), não vem de Deus, mas do mundo! As pessoas que não temem a Deus é que vivem numa atitude constante de orgulho. Vivem muitas vezes da aparência para mostrar aos outros a sua capacidade de conhecimento e as coisas que possuem.
Infelizmente há muitos cristãos que aninham no seu ser sentimentos de soberba. Acham-se mais capazes do que os outros para fazer alguma coisa. Alguns nem disfarçam o sorriso nos lábios diante de um elogio face o realizado ou da satisfação doentia ao exercer cargos de liderança. A crítica feroz de muitos irmãos ao trabalho realizado por outros é a incapacidade de reconhecer que outro possa fazer igual ou até mesmo melhor do que eles. Talvez não tenhamos um orgulho soberbo do tamanho do de Nabucodonosor, mas em escalas variadas alojamos em nosso espírito esse pecado devastador. O pior é que a nossa natureza é tão corrupta que muitos ainda não perceberam que são orgulhosos e talvez nem admitam que o seja se for exortado por algum irmão.
Esse estado de almao contraria frontalmente a vontade de Deus para os cristãos. Deus quer que sejamos humildes. Não devemos pensar a respeito de nós além do que convém. Se realizamos algo com os dons que Deus repartiu para cada um de nós, isso não é para nossa glória, pelo contrário, é para a glória dele mesmo (Rm 12.3). É verdade que devemos dar a excelência de nós mesmos para o reino de Deus, mas é preciso cuidar para não acharmos que somos alguma coisa se não fosse a graça de Deus (2 Co 3.5).
Jesus, o Filho de Deus, o Salvador do mundo, cheio de glória e majestade, ao encarnar demonstrou ser o maior exemplo de humildade (Mt 11.29). Ele veio habitar no meio de pecadores vis. Pessoas incrédulas, maliciosas, assassinas, adúlteras, hipócritas, etc. Antes da ceia da páscoa, ele toma a posição de um servo e lava os pés dos discípulos. No seu “julgamento” foi cuspido, esmurrado, blasfemado. Ainda na cruz foi chacoteado: “se és Filho de Deus, desça”; “salve-se a si mesmo”, “vamos ver se Elias vem salvá-lo”. Como um cordeiro mudo perante seus ímpios carrascos ele não se exaltou, mas cumpriu sua missão, nos amando até o fim, morrendo por nossa causa e para a nossa salvação.
Meus queridos irmãos, não se esqueçam das palavras contundentes que estão registradas em Provérbios 3.34, Tiago 4.6, 1 Pedro 5.5, que Deus resiste aos soberbos, mas dá sua graça aos humildes. Deus é adversário dos arrogantes! Os orgulhosos têm Deus como inimigo. “Horrível coisa é cair nas mãos do Deus vivo” (Hb 10.31).
Vejamos o que Deus fez com Nabucodonosor? “Quando, porém, o seu coração se elevou, e o seu espírito se tornou soberbo e arrogante, foi derribado do seu trono real, e passou dele a sua glória. Foi expulso dentre os filhos dos homens, o seu coração foi feito semelhante ao dos animais, e a sua morada foi com os jumentos monteses; deram-lhe a comer erva como aos bois, e do orvalho do céu foi molhado o seu corpo, até que conheceu que Deus, o Altíssimo, tem domínio sobre o reino dos homens e a quem quer constitui sobre ele” (Dn 5.20-21). A Bíblia diz que “A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito, a queda” (Pv 16.18; veja também Jó 40.11-12; Sl 31.23; Is 2.12). Devemos lembrar que Deus concede graça aos que se humilham. Aleluia!


Pr. Robson Rosa Santana

3 comentários:

  1. OLÁ, PARABÉNS POR TÃO EXCELENTE TRABALHO.
    ABRAÇOS!
    SEU SERVO, JOSÉ CARLOS.

    ResponderExcluir
  2. Só espero que seja útil de alguma forma

    ResponderExcluir
  3. Muito oportuna para os dias de hoje!

    ResponderExcluir

Você pode comentar aqui se quiser